O filme mostra o poder dos “sonhos”, baseando-se na oferta de emprego colocada pela NASA, em Dezembro passado, que usou a plataforma para recrutar astronautas, obtendo cerca de três milhões de respostas apenas nos Estados Unidos.