"Não foi um bom dia para a comunicação social, nem para a política", resumiu o social-democrata Carlos Abreu Amorim.