Na próxima terça-feira, quando o colégio de comissários europeus se reunir para deliberar sobre as sanções de Portugal e Espanha no âmbito do Procedimento por Défice Excessivo, a decisão deverá ser a de dar três semanas para os dois países apresentarem medidas de correcção dos défices.