Desde Dezembro do ano passado que Espanha é governada por um executivo de gestão e assim deverá continuar por mais uns meses. É que hoje, o líder do PSOE, Pedro Sánchez deverá votar contra a formação de um governo popular, como já o anunciou.