Cavaco Silva saiu da Presidência da República sem glória, depois dos últimos anos em Belém terem mostrado um chefe de Estado sem carisma, inseguro e frágil, segundo a análise do ex-assessor Fernando Lima.