Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

A Agência Nacional de Gestão de Emergências informou que as explosões, hoje de manhã, na capital do estado de Borno, mataram as quatro bombistas adolescentes e outras duas pessoas, deixando ainda 16 pessoas feridas.

As explosões ocorreram perto de Muna Garage, um alvo habitual do grupo extremista Boko Haram nos últimos meses.

A utilização de raparigas treinadas pelo Boko Haram para realizar atentados suicida tornou-se uma estratégia do grupo extremista nos últimos dois anos.

Mais de 200 meninas adolescentes perderam a vida em ataques no nordeste da Nigéria.

A rebelião do Boko Haram, que começou há sete anos, já matou mais de 20 mil pessoas e provocou uma crise humanitária na região.