Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

Fonte oficial da TAP Portugal disse à Lusa que o incidente está a ser tratado como “um atentado” e que apesar da TAP não operar no terminal onde aconteceram os incidentes, “todo o aeroporto foi fechado, sendo que dois voos que partiram do aeroporto de Lisboa tiveram de ser desviados para o Charles de Gaulle”.

Em relação a um terceiro voo de Lisboa que tinha destino a Orly, e que já se encontrava fechado, “foi adiado pelo menos até ao meio-dia”, hora até que aquele aeroporto francês estará fechado segundo as primeiras informações dadas à TAP, explicou à Lusa a mesma fonte.

Um homem foi hoje abatido no aeroporto de Orly, em Paris pelas forças da ordem, depois de ter roubado uma arma a um militar do dispositivo de vigilância antiterrorista, anunciou o Ministério do Interior francês.

A mesma fonte afirmou que não há feridos e, segundo testemunhas, o aeroporto começou a ser evacuado depois do incidente. Entretanto, o tráfego aéreo foi "completamente interrompido no aeroporto de Orly", anunciou uma fonte da aviação civil, citada pela AFP.

Cerca das 7:30 de Lisboa (8:30 em Paris), "um homem arrebatou uma arma a um militar e depois refugiou-se numa loja do aeroporto antes de ser abatido pelas forças de segurança", declarou à France Presse um porta-voz do Ministério do Interior.