Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

Este crescimento foi ainda registado em dezembro face ao mês homólogo de 2015 quando a produção no setor da construção aumentou 3,2% nos 19 países da moeda única e 1,6% nos 28 Estados-membros da UE.

Face a novembro, o indicador recuou 0,2% na zona euro e aumentou 0,6% na UE.

Segundo o gabinete oficial de estatísticas da UE, na comparação homóloga, a Suécia (11,2%), a Holanda (10,4%) e a Eslovénia (9,1%) registaram as maiores subidas, enquanto na Roménia (-26,7%), na Eslováquia (-18,5%) e na Hungria (-14,9%) se observaram os principais recuos.

Já na variação em cadeia (face ao mês anterior), os maiores recuos na produção no setor da construção verificaram-se na Roménia (-4,3%), na Eslováquia (-3,1%) e na Bulgária (-2,1%) e as maiores subidas na Suécia (4,7%), na Polónia (2,5%), na República Checa e no Reino Unido (2,2% cada).

Em Portugal, o indicador cresceu 0,6% quer em termos homólogos, quer face a novembro.