Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

Blind chamou 25 jogadores para o jogo de apuramento para o Mundial2018, perante a Bulgária, e para o particular com a Itália.

Bas Dost, que lidera a lista de marcadores no campeonato português, com 22 golos, menos um golo que o argentino Lionel Messi, à frente na corrida à Bota de Ouro, é o único jogador da I Liga convocado.

Desta vez, Danny Blind deixou de fora o lateral esquerdo Marvin Zeegeelar, também do Sporting, que chegou a ser chamado à seleção.

Nas opções está ainda o central Martins Indi, jogador ainda vinculado ao FC Porto, mas que está emprestado aos ingleses do Stoke City.

A grande surpresa da convocatória é a chamada de Matthijs de Ligt, defesa de 17 anos que se estreou pelo Ajax em novembro.

“Pode ser uma surpresa para muitas pessoas, um jogador tão jovem a bater à porta, mas eu conheço-o há muito tempo, desde a academia no Ajax”, referiu o selecionador holandês.

A Holanda defronta a Bulgária a 25 de março, em Sófia, e regressa, depois, a Amesterdão, onde defrontará a 28 a Itália.

A equipa holandesa, que falhou o apuramento para o Euro2016, conquistado por Portugal, necessita de vencer o grupo A, no qual tem como adversárias França, Suécia, Bulgária, Bielorrússia e Luxemburgo, para se qualificar diretamente para o Mundial, ou ser segunda e ter acesso a um ‘play off’.

O grupo é liderado pela França, com 10 pontos, seguida por Holanda e Suécia, ambas com sete.