Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

Robertson cumpriu o traçado em 1:00.01 horas, menos 10 segundos do que o queniano James Mwangi, segundo classificado, enquanto o terceiro lugar foi para outro atleta daquele país africano, Edwin Kibet, a 44 segundos. Samuel Barata, no sexto lugar, foi o melhor português com 1:03.52.

Mare Dibaba venceu a corrida feminina com o tempo de 1:09.43 horas, batendo em cima da meta a queniana Vivian Cheruyiot, que gastou mais um segundo, tendo o posto ido para a também queniana Mary Macera, com mais 10 segundos do que a vencedora, numa prova em que Jéssica Augusto foi a melhor portuguesa, ao ser sétima com 1:10.38.