Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

No ano de sonho, a título pessoal e coletivo, na hora de subir ao palco como Jogador do Ano e capitão da Equipa do Ano, Cristiano Ronaldo não esqueceu de partilhar os prémios com os portugueses, “em Paris e em Portugal”. Já Fernando Santos, eleito Treinador do Ano, deixou uma palavra especial a todos os “jogadores que fizeram a caminhada e que por uma razão ou outra” não integraram o lote final dos eleitos para França. Ronaldo voltou a subir ao palco para o Prémio Prestígio (prémio coletivo) e que foi entregue aos 23 jogadores que estiveram em França.

Sem grandes surpresas, a segunda edição da gala Quinas de Ouro que decorreu no Centro de Congressos do Estoril, numa organização conjunta da Federação Portuguesa de Futebol com a Associação Nacional de Treinadores de Futebol (ANTF) e o Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol (SJPF) elegeu os melhores do futebol e futsal, feminino e masculino e do futebol de praia. O Benfica entendeu boicotar a festa do futebol nacional, enquanto Sporting e Porto não se fizeram representar ao mais alto nível, isto é, Bruno de Carvalho e Pinto da Costa não estiveram presentes.

Renato Sanches, foi eleito a Revelação do Ano e Artur Soares Dias recebeu o Prémio de Árbitro do Ano (1ª categoria). Ricardo Soares (Chaves) foi o Treinador Revelação do Ano e o selecionador sub-19, Hélio Sousa, foram igualmente galardoados.

Num ano do feito histórico da Seleção A Feminina de apuramento para o Campeonato da Europa, a equipa das Quinas e o selecionador nacional, Francisco Neto, receberam também eles as Quinas de Ouro. Francisco Neto e Andreia Norton (jogadora do ano), por duas vezes.

VENCEDORES DE CADA UMA DAS CATEGORIAS:

JOGADORA PORTUGUESA DO ANO (FUTEBOL):
Ana Borges (Chelsea e Sporting).

JOGADOR PORTUGUÊS DO ANO (FUTEBOL):
Cristiano Ronaldo

JOGADOR DO ANO (FUTEBOL DE PRAIA):
Madjer (Sporting)

JOGADORA DO ANO (FUTSAL):
Ana Azevedo (FC Vermoin)

JOGADOR DO ANO (FUTSAL):
Ricardinho (Inter Movistar)

JOGADORA REVELAÇÃO DO ANO (21 ANOS OU MENOS EM 2016):
Andreia Norton

JOGADOR REVELAÇÃO DO ANO (21 ANOS OU MENOS EM 2016)
Renato Sanches (Bayern)

TREINADOR DO ANO (FUTEBOL MASCULINO):
Fernando Santos (Portugal)

TREINADOR DO ANO (FUTEBOL FEMININO):
Francisco Neto (Portugal A)

TREINADOR DO ANO (FUTSAL MASCULINO):
Nuno Dias (Sporting)

TREINADOR DO ANO (FUTSAL FEMININO):
Teresa Jordão (CR Golpilheira)

TREINADOR DO ANO (FUTEBOL DE PRAIA):
Mário Narciso (Portugal)

TREINADOR DO ANO (FORMAÇÃO):
Hélio Sousa (Portugal sub-19)

TREINADOR REVELAÇÃO DO ANO:
Ricardo Soares

EQUIPA DO ANO MASCULINA:
Seleção A

EQUIPA DO ANO FEMININA: 
Seleção Nacional A

PRÉMIO VASCO DA GAMA:
Treinadores portugueses no estrangeiro, recebido por José Pereira, ANTFP.

PRÉMIO PRESIDENTE FPF
Diáspora portuguesa

PRÉMIO PRESTÍGIO
23 jogadores da Seleção A campeões europeus.

PRÉMIO / DISTINÇÃO ESCOLAR E UNIVERSITÁRIO
Grupo Desportivo D. João I e Universidade do Minho

FUTEBOL INCLUSIVO
Seleção futebol rua (campeões europeus, em Manchester, em novembro),

ÁRBITRO DO ANO
1ª categoria
Artur Soares Dias
Arbitro assistente 1ª categoria – Rui Licínio Tavares
Arbitra Liga Allianz – Ana Catarina Araújo
Campeonato Prio – Pedro Vilaça
Liga Sportzone – Eduardo Coelho

PRÉMIOS ONZE DO ANO – SINDICATO JOGADORES FUTEBOL

ONZE FEMININO:

Rute Costa; Bruna Costa, Sílvia Rebelo, Joana Marchão, Matilde Fidalgo, Fátima Pinto, Vanessa Marques, Andreia Norton, Solange Carvalhas, Diana Silva, Jéssica Silva.

ONZE MASCULINO:

Ederson; Lindelof, Coates, Nélson Semedo, Alex Telles, Adrien, Danilo, Pizzi, Jonas,
Gelson, Mitroglou.

[Notícia atualizada às 23h31]