Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

“Vamos ter um jogo com grau de dificuldade muito elevado. O FC Porto está bem e é poderoso. Não creio que o jogo com a Juventus, a meio da semana, tenha influência na motivação ou cansaço”, disse em conferência de imprensa.

De forma a contrariar a ideia de os ‘azuis e brancos’ poderem entrar fragilizados no Estádio do Dragão, o técnico dos sadinos sublinha o bom momento que atravessam no campeonato, considerando que estão mais fortes do que na primeira volta.

“A base é a mesma, mas estão mais confiantes, como provam as nove vitórias consecutivas na prova e o facto de estarem a um ponto do líder Benfica, adversário que defrontam na próxima jornada. Penso que este é o melhor FC Porto da época”, afirmou.

A contribuir para a fase que o oponente atravessa, diz José Couceiro, está a chegada do avançado brasileiro Soares à equipa.

“É visível que o FC Porto subiu de rendimento com a chegada de Soares. Quem marca tantos golos em pouco tempo torna-se um jogador fundamental na estrutura. Foi uma contratação em cheio no mercado de janeiro”, referiu.

Apesar de atribuir o favoritismo ao adversário, o treinador do conjunto setubalense promete tudo fazer para tentar roubar novamente pontos aos ‘dragões’ [0-0 no jogo da primeira volta].

“Vamos manter a nossa postura e forma de jogar. Temos as nossas ambições. Vamos ter de fazer golo, não vamos jogar para o 0-0. O FC Porto marca na esmagadora maioria dos jogos que faz”, lembrou.

Sobre o balanço histórico desfavorável nos duelos do Vitória de Setúbal com os portistas, José Couceiro frisa que a sua equipa já travou os ‘grandes’ esta época.

“Na primeira volta, empatámos com o FC Porto [0-0], algo que o clube não fazia há 19 anos, ganhámos ao Benfica [1-0], que não acontecia há 18 anos, e, na Taça da Liga, ganhámos ao Sporting [2-1], depois de na época passada termos sido goleados [6-0]”, recordou.

Frente ao FC Porto, o Vitória de Setúbal está impedido de utilizar o médio Mikel Agu e o avançado Zé Manuel por estarem cedidos pelos ‘dragões’. Depois de cumprir castigo, o defesa Nuno Pinto volta a ser opção para o treinador José Couceiro.

O Vitória de Setúbal, 11.º classificado com 30 pontos, visita no domingo (18:00) o FC Porto, segundo com 62, em jogo relativo à 26.ª jornada da I Liga de futebol, que será arbitrado por Manuel Oliveira (Associação de Futebol do Porto).