Onze pessoas foram hospitalizadas, mas seis não resistiram aos ferimentos, acrescentou a agência, sem indicar a causa do incêndio, que começou no 38.º piso de um edifício no distrito de Hexi.

Tianjin, o maior porto do norte da China, fica a cerca de 150 quilómetros de Pequim.

Em meados do mês passado, 19 pessoas morreram num incêndio no sul de Pequim, acidente que desencadeou uma campanha de 40 dias de inspeções às construções da cidade.

A campanha causou polémica, com dezenas de milhares de pessoas a serem desalojadas com poucas horas de aviso prévio, numa altura em que Pequim regista temperaturas negativas.

Nos subúrbios da capital chinesa, muitas das construções que acolhem trabalhadores migrantes são ilegais, assim como os negócios que servem estas comunidades.

Pequim é sede de um município com perto de 22 milhões de residentes, que são, na sua maioria, trabalhadores migrantes.

JOYP // EJ

Lusa/fim