Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

Segundo a PGDL, o jovem, que tinha sido detido no passado dia 10, tinha sido integrado numa família de acolhimento, com a qual viveu, em Lisboa, e terá molestado sexualmente por diversas ocasiões os três filhos do casal que o acolheu, de cinco, oito e 11 anos de idade.

Posteriormente, acrescenta a PGDL, após ter sido acolhido numa instituição, o arguido abusou sexualmente ainda de um rapaz de 12 anos, com o qual partilhava o quarto, e a prima, de sete anos de idade, o que acontecia quando se encontrava com ela em casa dos avós.

Os factos ocorreram desde data não concretamente apurada, mas pelo menos entre setembro de 2014 e janeiro de 2016.

A investigação prossegue sob a direção do Ministério Público da 7.ª secção do DIAP de Lisboa, sendo executada pela Polícia Judiciária.

SO // SB

Lusa/Fim