"Até ao momento já servimos mais de 300 refeições hoje e estimamos que até final do dia ultrapasse as 800 refeições servidas. Este apoio destina-se aos operacionais no terreno, mas estamos disponíveis para apoiar as populações, se for necessário", disse à Lusa o comandante Pedro Coelho Dias, porta-voz da Marinha.

A cozinha de campanha em Alvaiázere assegurará a distribuição 800 refeições por dia aos operacionais no terreno, até que seja necessário.

A Marinha recebeu no sábado, no espaço de 12 horas, três pedidos de apoio para que deslocassem militares para três áreas geográficas distintas do país, para missões de apoio à população e aos operacionais no combate aos incêndios nestas áreas, em colaboração com as corporações de bombeiros e meios da Proteção Civil.

Foram enviados dois pelotões para a localidade de Barqueira, concelho de Alvaiázere, dois pelotões para Marujal, concelho de Montemor-o-Velho, e um pelotão para Caldas de Felgueira, concelho de Nelas.

"Durante o sábado recebemos três pedidos de apoio para três áreas geográficas distintas e colocamos cinco pelotões nessas áreas, com um total de cerca de 120 militares. Durante uma patrulha na manhã de hoje, uma equipa dos Fuzileiros já detetou e interveio em duas reativações de incêndios no concelho de Alvaiázere, extinguindo por completo estes focos e impedindo que o fogo se propagasse", explicou o porta-voz da Marinha.

AYL // EL

Lusa/fim