• Rumo a um lugar na história da Europa?
    Rumo a um lugar na história da Europa?
    O euroceticismo marcou pontos nas eleições alemãs. Mas Merkel já mostrou nos últimos 12 anos que não se deixa ficar cercada. Talvez esteja criada uma boa ocasião para a chanceler, no seu quarto e, certamente, definitivo mandato, elevar o seu estatuto
  • Cara Madonna, e se visitasse Braga?
    Cara Madonna, e se visitasse Braga?
    Braga não está no primeiro lugar dos rankings das melhores cidades a nível nacional. Em Braga ainda é preciso fazer muito, mais e melhor — mas não se deixe iludir. Braga é, e continuará a ser, uma cidade excelente para se viver.
  • A história do mecânico chamado Isaltino
    A história do mecânico chamado Isaltino
    Isaltino era um mecânico que parecia fazer um bom trabalho, mas pela calada ia enganando e roubando os clientes. Foi condenado e voltou a abrir uma oficina. Estranhamente, alguns dos clientes antigos continuam a ir lá deixar o carro.
  • Viver em Carregal do Sal
    Viver em Carregal do Sal
    Localizado no sul do distrito de Viseu, com 9.835 habitantes (dados de 2011), Carregal do Sal é um concelho pequeno do ponto de vista populacional, com cerca de mais de mil habitantes que o Bairro da Alta de Lisboa, por exemplo. É um concelho que não
  • Viver na aldeia
    Viver numa aldeia às portas de Lisboa durante o verão é bom. Fugir para uma aldeia às portas de Lisboa num fim de semana de inverno é bom. O pior mesmo é ir e vir todos os dias para uma aldeia às portas de Lisboa.
  • O que nos salva quando a terra treme
    O que nos salva quando a terra treme
    Em nenhum país me aconteceu tanto em tão pouco tempo como no México. Isso vem da gente, estas pessoas que agora se acudiram umas às outras mal a terra parou de tremer. Mas também do que esta terra guarda, natureza e história, magia e erro. O México é
  • Há que ter Thalento
    Há que ter Thalento
    Preparem as tochas e as forquilhas, vistam a camisola da selecção nacional de futebol e cantem bem alto o hino de Portugal: houve um estrangeiro que cometeu o desplante de falar mal de algo que é nosso. À carga, à carga!
  • Abençoado subúrbio
    Abençoado subúrbio
    Eu nasci em 1994 e julgo que a maternidade de Oeiras fechou uns poucos anos depois; foi lá que nasci. Talvez dizer que fui dos últimos bebés que lá nasceu seja um exagero, mas gosto de pensar que há algo de especial e exclusivo em poder dizer “nascid
  • O dia seguinte, o ano seguinte
    O dia seguinte, o ano seguinte
    O primeiro ano é sempre um marco que ninguém esquece. Num site de informação, não sendo diferente, é diferente. Igual na experiência única que são os primeiros 12 meses de um projeto. Diferente porque a informação é muito mais uma maratona do que um
  • Onde fica Lisboa?
    Onde fica Lisboa?
    A primeira vez que fui a Veneza, a meio dos anos noventa do século passado, o que mais me impressionou – para lá de ser esmagado pela beleza natural da cidade – foi a massa compacta de turistas que tomava conta das ruas, das praças, das esplanadas, t
  • Espinha enthalada
    Espinha enthalada
    Thales de Menezes é o nome a fixar. Ou então, o nome a esquecer – desde que seja aquele esquecimento rancoroso do despeito, de alguém que não merece ocupar a nossa memória (escolhemos ignorá-lo quando nos lembramos de o detestar).
  • “Coimbra, uma lição...” ou então não
    “Coimbra, uma lição...” ou então não
    Não é a sul, mas também não é propriamente a norte. Não é no litoral, mas também não é bem no interior. Coimbra é uma cidade do centro do nosso país, a cidade da mais antiga Universidade de Portugal, outrora capital do conhecimento, hoje, da cerveja
  • A Minha Terra: Lisboa, já não és só para nós
    A Minha Terra: Lisboa, já não és só para nós
    Quando José Galhardo escreveu “Lisboa, não sejas francesa, tu és portuguesa, tu és só para nós” para Amália Rodrigues, estava longe de imaginar que alguma vez esta iria ser considerada a cidade mais “cool”, “trend”, “in”, “fancy” e “sexy” pelas revis
  • A praga da praxe
    A praga da praxe
    Preciso de saber uma coisa, para apontar aqui na minha agenda. Quando é que acabam com a parvoíce das praxes? Hum? Digam lá que eu precisava de saber isso para me orientar e ver se vale a pena ir comprar cartuchos para tunas e praxantes. Tenho a opin

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.