• Foi há 43 anos, foi ontem
    Foi há 43 anos, foi ontem
    Olhar para Portugal e manter esse tesouro “inicial inteiro e limpo” por ser urgente ainda agora a Liberdade, uma outra forma de Liberdade ou várias liberdades. Como se a luta pelo melhor fosse infinita e, por isso, o que foi ontem ainda é hoje e pode
  • A Liberdade no Dicionário
    A Liberdade no Dicionário
    Neste dia 25 de Abril vem para o topo uma recomendação: procurar e entrar pela leitura do primeiro dos novos oito volumes de uma obra fundamental, o Dicionário da História de Portugal. Joel Serrão iniciou, a grande tarefa deste Dicionário nos anos 60
  • Salazar tinha um blogue
    Salazar tinha um blogue
    António de Oliveira Salazar não só não tinha um blog como não usava o Twitter, não espreitava o Facebook ou publicava no Instagram. Tinha-nos, no entanto, mais controlados e vigiados do que os que nasceram no pós-25 de Abril, alguma vez poderão imagi
  • Guia para matar o futebol
    Guia para matar o futebol
    O futebol português vai morrer. E não é de velho. Aliás, até estava na frescura da adolescência. Ainda o ano passado conseguiu a sua primeira grande vitória internacional, porém hoje está iminente o seu falecimento por fatores internos.
  • A Revolução Francesa
    A Revolução Francesa
    As sondagens mostraram-se fiáveis, a questão presidencial francesa está resolvida: salvo enorme e improvável surpresa, Emmanuel Macron vai ser, a partir de 7 de maio, presidente da França. O duelo final vai opor dois modelos de sociedade claramente
  • Afinal não foi o fim do mundo
    Afinal não foi o fim do mundo
    Marine Le Pen não chegou lá. A França não sairá da União Europeia, os magrebinos não serão expulsos, nem o país que é o centro institucional e geográfico do Continente entrará numa cavalgada nacionalista e antiglobalização. Tão simples como isto. O r
  • O futebol português é lindíssimo
    O futebol português é lindíssimo
    Era para estar a aqui a escrever sobre o Sporting – Benfica de ontem mas, convenhamos, o jogo foi uma merda. Nada que seja surpreendente no futebol português, mas ainda assim há sempre esperança que um jogo entre estas duas equipas seja, no mínimo, m
  • Présidente Le Pen?
    Présidente Le Pen?
    A pergunta mais essencial em volta das eleições presidenciais em França leva o nome de Marine Le Pen, e é esta: ela pode realmente ser eleita presidente de França? É a pergunta fulcral porque há a noção de que a eleição de Le Pen significaria, um ano
  • E uma vacina contra a ignorância?
    E uma vacina contra a ignorância?
    O ser humano tem este dom extraordinário de usar pesos e medidas diferentes para situações semelhantes, dando sentido à expressão “albardar o burro à vontade do dono”, e com isso justificando qualquer espécie de atitude. Até mesmo apanhar sarampo, do
  • Pernas para que te quero
    Pernas para que te quero
    No Dia Mundial da Bicicleta começo por afirmar que, como em qualquer artigo de opinião, este texto dispensa objectividade. Tal acontece porque sou fã confessa de bicicletas. Durante muitos anos foi o meu principal meio de transporte. É um facto que m
  • Iznogoud
    Iznogoud
    O mundo está descarrilado e incerto, um pouco ao contrário das marchas militares em Pyongyang. Essas são paradas espectaculares, coreografadas ao pormenor, sincronizadas ao milímetro e ao segundo. Estava a vê-las num noticiário e a deixar-me hipnotiz
  • Qual será a surpresa final?
    Qual será a surpresa final?
    Houve um tempo em que triunfavam e influenciavam o cinema, a música e a literatura de França. Truffaut e Godard, Gréco e Ferré, Genet e Camus, Duras e Yourcenar. É uma época que começou a extinguir-se um pouco antes do final do século XX. Era uma oca
  • Califado 1, Atatürk 0
    Califado 1, Atatürk 0
    O que se está a passar na Turquia? Segundo a esmagadora maioria da comunicação social e da opinião pública mundiais, assim como da oposição turca, Erdogan está em vias de se tornar um ditador dentro dum sistema pseudo-democrático. É verdade, mas é ma
  • Sete palavras entre Torremolinos e bandeiras
    Sete palavras entre Torremolinos e bandeiras
    Li não sei onde que o animal mais perigoso do mundo é um ser humano com menos de trinta anos. E agora pergunto eu: qual é o segundo animal mais perigoso do mundo? Não há dúvidas: é o ser humano com mais de trinta anos. E às vezes até trocam de posiçã
  • Eles & Elas e nada disso
    Eles & Elas e nada disso
    “O nome dela é Pedro e ela é um monstro” – este título de uma matéria da última revista do Expresso, assinada por Christiana Martins, além de ter baralhado o corrector ortográfico do computador, remeteu-me para outras matérias que li na imprensa ingl
  • Os cinco predadores do assédio sexual
    Os cinco predadores do assédio sexual
    Aqui está a perfeita definição para tanto do que (ainda) acontece na nossa sociedade: "Tristemente, sou sim fruto de uma geração que aprendeu, erradamente, que atitudes machistas, invasivas e abusivas podem ser disfarçadas de brincadeiras ou piadas.
  • Os últimos serão os primeiros
    Os últimos serão os primeiros
    Tenho uma capacidade muito falsa de me surpreender com o meu país. A ruralidade, sobretudo, surpreende-me duma forma falsa. O maravilhamento é genuíno, mas a surpresa que o aumenta é falsa.

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.