O disco, editado pela NorteSul, é o sucessor de “Vem Por Aqui”, trabalho de estreia lançado em 2013 pela NOS Discos, com o EP “Amor vezes quatro” (2015) pelo meio, e surgiu “a convite da editora depois de conhecer as músicas”, contou à Lusa o vocalista, António Costa, que com Bernardo Barbosa (eletrónica) compõe a dupla.

O disco, em preparação desde 2015, surgiu “das cinzas” de um trabalho falhado que iriam apresentar numa digressão pelo Brasil e esperam agora conseguir “chegar a mais público e a gente que não está à espera”.

“Sabemos que somos um bocado o patinho mais feio que cá está. Espero que tenham um choque, porque é natural ser diferente, é essa a premissa do projeto, primar pela diferença e deixar as pessoas um pouco desconfortáveis”, disse António, que encontra em “Lo-Fi Moda” um disco com “outras valências, e mais limadas”, em relação a trabalhos anteriores, até porque pressupôs “um processo de autoanálise” do duo.

A banda esteve no SAPO 24, para uma entrevista em direto no Facebook.

Oiça aqui "Lo-Fi Moda"