Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

A longa-metragem "Allegro non troppo", do realizador italiano Bruno Bozzetto, é um dos filmes que abrem hoje o Monstra - Festival de Animação de Lisboa, numa edição que contará com mais de 200 filmes e vários convidados.

Bruno Bozzetto, de 79 anos, estará presente na abertura do Monstra, no São Jorge, com o filme de 1976 que é uma paródia a "Fantasia", da Disney. O autor será ainda um dos homenageados do festival, que tem Itália como país convidado.

Hoje, a abertura contará ainda com a exibição de filmes muito curtos do realizador italiano Gianluigi Toccafondo e com a estreia de "Les Volcans Endormis", curta experimental de José-Manuel Xavier.

A "presença de Itália" no Monstra inclui ainda uma retrospetiva dedicada à personagem Pinóquio e a exibição de várias longas-metragens, como "A Tartaruga Vermelha", de Michael Dudok de Wit, e "A minha vida de Courgette", de Claude Barras, que estará em Lisboa.

A programação inclui também exposições no Museu da Marioneta, na Sociedade Nacional de Belas Artes e no Colégio Maria Pia.

Depois de Lisboa, o Monstra irá percorrer seis cidades: Tavira, Portalegre, Porto, Oeiras, Coimbra e Torre de Moncorvo.