A Companhia de Transportes do Estado da Bahia (CTB), que administra o transporte ferroviário em causa, informou que após o choque frontal, realizou todos os procedimentos de segurança, evacuação, proteção e assistência aos passageiros e funcionários.

Segundo o portal de notícias G1, o atendimento de 23 das vítimas ocorreu no local do acidente, não sendo necessário a sua deslocação para uma unidade de saúde, ao contrário das restantes vítimas, que foram transportadas para diferentes hospitais da região.

Logo após o embate, a CTB iniciou a investigação para apurar as possíveis causas do acidente.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.