Em comunicado, a ASAE indicou que a apreensão foi feita após duas ações de inspeção a operadores que se dedicam à realização de eventos, na sequência de um pedido de colaboração da Polícia Judiciária Militar durante buscas do Ministério Público.

Segunda a ASAE, os inspetores desta autoridade apreenderam uma tonelada de géneros alimentícios, como carnes, pescado e vegetais, e de produtos vitivinícolas, cujo valor total ascende a 5.500 euros, por se encontrarem “anormais avariados”.

Os produtos encontravam-se “deteriorados ou com modificações de natureza e qualidade, resultantes do frio e da má conservação, tendo sido encaminhados para destruição, por falta de requisitos, para Unidade de Transformação de Subprodutos aprovada”, disse.

Além da apreensão, acrescentou a ASAE, foi instaurado um processo-crime pela comercialização de géneros alimentícios e produtos vitivinícolas anormais avariados e um processo de contraordenação por comercialização de géneros alimentícios com falta de requisitos.

Os factos foram comunicados à autoridade judiciária competente.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.