"Uma jovem morreu no hospital com ferimentos de bala", indicaram à agência noticiosa France-Presse (AFP) fontes das forças de segurança alemãs.

Stefan Wilhelm, porta-voz da polícia de Mannheim, também no sudoeste da Alemanha, indicou que o ataque ocorreu pouco depois do início da tarde, quando um homem, com uma arma com cano longo, entrou no anfiteatro do 'campus' de Neuenheimer Feld, onde estava a decorrer uma aula, e começou a disparar "visivelmente sem um alvo específico".

Quatro pessoas foram atingidas pelas balas, incluindo a jovem que mais tarde morreria no hospital.

O agressor, cuja identidade não foi ainda revelada, saiu então do edifício e suicidou-se ainda dentro do 'campus', acrescentou Wilhelm, sublinhando que se supõe ser o único autor do incidente e lembrando que os investigadores da polícia alemã estão a pedir à opinião pública que "evite especulações".

O chanceler alemão, Olaf Scholz, já expressou "consternação" pela morte e pelos três feridos no ataque.

"Estou com o coração partido ao ouvir essas notícias", disse o líder social-democrata depois de a jovem sucumbir no hospital.

Heidelberg está localizada a sul de Frankfurt e tem cerca de 160.000 habitantes. A sua universidade é uma das mais conhecidas da Alemanha.

(Notícia atualizada às 18h44)

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.