Uma nota da companhia EgyptAir referia que o voo MS728 regressou ao Cairo em segurança 22 minutos após a descolagem.

O voo tinha como destino a capital da Rússia.

De acordo com uma fonte oficial, a declaração da companhia refere que foi encontrada uma mensagem escrita numa cadeira do Airbus A220-300 mas não se conhece o conteúdo do texto.

De acordo com a Associated Press, a EgyptAir disse que desconhece o autor da mensagem ameaçadora e "que tomou todas as medidas necessárias".

Todos os voos entre Moscovo e a capital do Egito estiveram suspensos durante quase dois anos e meio depois do ataque do grupo Estado Islâmico ter abatido um avião comercial russo que sobrevoava o deserto do Sinai, em 2015.

As ligações aéreas entre as duas capitais foram retomadas em abril de 2018 mas a Rússia só voltou a realizar voos com destino às estâncias turísticas junto ao Mar Vermelho no passado mês de agosto, seis anos depois do ataque dos radicais do Estado Islâmico.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.