De acordo com a Defesa Civil de Espírito Santo, os desabamentos causados pela chuva fizeram um morto e seis feridos na região.

Neste momento, 249 pessoas estão desalojadas (deslocadas em casas de familiares ou amigos) e 240 estão desabrigadas (em abrigos do poder público), totalizando 489 cidadãos fora das próprias habitações.

Os munípios de Viana, Cariacica e Alegre decretaram situação de emergência, com três escolas e um centro desportivo a servir de abrigo para a população afetada.

Várias estradas encontram-se também interditadas devido ao deslizamento de terras.

Na manhã de hoje, moradores da comunidade de Seringal, no munícipio de Viana, no Espírito Santo, fecharam um trecho de uma via em protesto pelos alagamentos no bairro, após as fortes chuvas que atingiram o estado, relatou a imprensa local.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.