Em declarações à Lusa, o presidente da comissão parlamentar de Agricultura e Mar, que esteve hoje reunida, por videoconferência, disse que todos os coordenadores decidiram chamar a governante para “fazer um ponto de situação do que foi feito e para indicar o que ainda se vai fazer” para travar o impacto do novo coronavírus na agricultura.

Conforme explicou Pedro do Carmo, a ministra da Agricultura deverá apresentar, entre outros pontos, as medidas de apoio aos agricultores e à cadeia alimentar.

O também deputado do PS indicou ainda que a audição será realizada presencialmente, embora apenas seja permitida a presença de um deputado de cada grupo parlamentar na sala.

“Consoante o número de rondas, se for outro deputado a intervir, este só poderá estar na sala quando o outro deputado do mesmo grupo parlamentar sair”, ressalvou o presidente da Comissão de Agricultura.

Por outro lado, será também possível a participação dos deputados via ‘skype’.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 1,3 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 75 mil.

Dos casos de infeção, cerca de 290 mil são considerados curados.

Em Portugal, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, registaram-se 345 mortes, mais 34 do que na véspera (+10,9%), e 12.442 casos de infeções confirmadas, o que representa um aumento de 712 em relação a segunda-feira (+6%).

Dos infetados, 1.180 estão internados, 271 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 184 doentes que já recuperaram.

Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 02 de março, encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até ao final do dia 17 de abril, depois do prolongamento aprovado na quinta-feira na Assembleia da República.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.