De acordo com as autoridades sanitárias do país, houve 155 novos casos detetados com a doença nas últimas 24 horas diagnosticados com o teste PCR, elevando para 243.209 o total de infetados pelo novo coronavírus desde o início da pandemia.

Os dados diários indicam ainda que já passaram pelos hospitais 124.584 pessoas com covid-19, tendo dado entrada na última semana 141.

Os serviços sanitários espanhóis recebem diariamente os números notificados pelas 17 comunidades autónomas do país, que também fazem acertos em relação aos comunicados nos dias anteriores, o que tem levado a discrepâncias nos totais apresentados.

“A validação individual dos casos está em curso, pelo que pode haver discrepâncias em relação à notificação agregada dos dias anteriores”, avisam os serviços sanitários espanhóis.

A maior parte do território espanhol vai estar a partir de segunda-feira na última fase (três) do plano de final de confinamento, mas as regiões mais atingidas pela covid-19, Madrid e Barcelona, ficam mais uma semana na fase anterior.

De acordo com a atualização do plano apresentado hoje em Madrid pelo executivo espanhol, acompanham Madrid e Barcelona na ‘fase dois’ a província de Lérida (comunidade da Catalunha) e as de Sória, Ávila, Salamanca e Segóvia (Castela e Leão).

Na fronteira norte de Portugal, Galiza é a única região espanhola que sai da fase três, em que já se encontra, e passa para aquilo que se chama “a nova normalidade”, ultrapassando todos os outros territórios espanhóis.

As restantes regiões espanholas que fazem fronteira com Portugal passam para a última fase de alívio das medidas (‘fase três’) contra a pandemia, menos a província de Salamanca que fica mais uma semana na ‘fase dois’.

O estado emergência em vigor desde 15 de março vai terminar à meia-noite de sábado 20 de junho próximo, daqui a uma semana, altura em que também acabam os impedimentos à circulação de pessoas dentro do território espanhol.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 421 mil mortos e infetou mais de 7,5 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Os Estados Unidos são o país com mais mortos (113.820) e mais casos de infeção confirmados (mais de dois milhões).

Seguem-se o Reino Unido (41.481 mortos, quase 293 mil casos), o Brasil (40.919 mortes, mais de 802 mil casos), a Itália (34.167 mortos, mais de 236 mil casos), a França (29.346 mortos, mais de 192 mil casos) e a Espanha (27.136 mortos, quase 242 mil casos).

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.