As autoridades suspeitam que o incêndio, que foi combatido por mais de 200 operacionais durante cerca de seis horas, foi um ato criminoso e já detiveram uma mulher suspeita.

As autoridades afirmaram ainda que conseguiram retirar cerca de 50 pessoas que se encontravam no prédio de oito andares.

O edifício fica na Rua Erlanger, 16.º distrito e é um dos bairros mais caros e tranquilos de Paris, perto do popular parque ‘Bois de Boulogne’ e a cerca de um quilómetro do estádio Roland Garros e perto do estádio do Paris Saint-Germain.

O procurador de Paris, Remy Heitz, afirmou que "a investigação está apenas a começar” e que ainda é muito cedo para determinar a causa do incêndio, mas que os dados preliminares apontam para um ato criminoso.

A suspeita, que vive no prédio que ardeu, foi detida perto do local, acrescentou.
De acordo com o jornal francês Le Monde, dos 30 feridos, seis são bombeiros.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.