O amador português, de 18 anos, regressava de um torneio na madrugada de terça-feira, quando a carrinha que transportava a equipa sofreu um acidente no condado de Andrews, vitimando seis jogadores, o treinador e os dois ocupantes do outro carro envolvido na ocorrência.

“Foi com profunda tristeza que a Federação Portuguesa de Golfe tomou conhecimento do trágico acidente de viação, que, na passada noite de terça-feira, vitimou sete elementos da equipa norte americana de golfe da universidade de Southwest, no Novo México, entre eles o jovem português Tiago Sousa”, avança o comunicado.

Tiago Sousa era jogador da Associação da Quinta do Lago, no Algarve, e no último ano ingressou no primeiro ano do curso universitário nos Estados Unidos, onde conciliava os estudos com o golfe.

“Tive o privilégio de jogar com o Tiago no Campeonato Nacional Absoluto, em 2020, no Oporto Golf Club, e recordo um jovem com bastante talento, mas, acima de tudo, com uma personalidade muito agradável e um comportamento, dentro e fora de campo, irrepreensível. À família, amigos e colegas do Tiago envio um sentido abraço neste momento tão difícil para todos”, frisou Miguel Franco de Sousa, presidente da Federação Portuguesa de Golfe.

A Federação Portuguesa de Golfe, face ao trágico acidente, decretou um minuto de silêncio no início de todas as competições do próximo fim de semana, em especial no Circuito Drive, que o jovem golfista várias vezes disputou.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.