As comemorações, que contam com a presença dos ministros da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, e da Cultura, Graça Fonseca, são assinaladas no Teatro Thalia, em Lisboa, que faz 200 anos.

Antes da sessão comemorativa, que tem a curadoria do pianista Filipe Pinto-Ribeiro, a Fundação para a Ciência e Tecnologia e a Fundação La Caixa reforçam a cooperação institucional para o apoio à investigação científica, com a assinatura de protocolos.

O Ministério foi criado quando o físico José Mariano Gago (1948-2015) assumiu o cargo de ministro da Ciência e Tecnologia no primeiro Governo socialista de António Guterres, empossado em 28 de outubro de 1995.

Em 2005, o Ministério da Ciência e Tecnologia passou a incluir a pasta do Ensino Superior, com José Mariano Gago a manter-se como ministro da tutela destas pastas até 2011, durante os dois governos socialistas de José Sócrates.

Entre 2011 e 2015, no Governo PSD/CDS-PP liderado por Passos Coelho, a pasta da Ciência esteve agregada à da Educação num só ministério.

Antes disso, entre 2002 e 2004, no Governo de PSD/CDS-PP de Durão Barroso, e entre 2004 e 2005, no Governo PSD/CDS-PP de Pedro Santana Lopes, a Ciência esteve associada ao Ensino Superior num só ministério.

A atual designação do ministério, herdada de 2005, foi recuperada em finais de 2015, com Manuel Heitor, ex-secretário de Estado de Mariano Gago, a assumir as funções de ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

A conferência para assinalar os 500 anos do nascimento do músico italiano Vincenzo Galilei será proferida pelo coordenador do Centro de Estudos de Sociologia e Estética Musical da Universidade Nova de Lisboa, Manuel Pedro Ferreira, que, segundo o programa da sessão comemorativa, "demonstrará na sua intervenção a importância de Vincenzo Galilei na invenção da ópera".

Acompanhados ao piano por Mathias Samuil, os cantores líricos Anna Samuil e Alfredo Daza, solistas da Ópera Estatal de Berlim, irão interpretar árias de Mozart, Donizetti, Gounod, Dvorák e Verdi.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.