Nascida em Munique, em 1942, Irm Hermann, trabalhava nesta cidade, capital da Baviera, quando foi descoberta por Fassbinder numa seleção de atores.

A partir do primeiro papel numa curta-metragem do realizador alemão, “Der Stadtrstreicher” (“O Mendigo”, 1966), Hermann passou a ser a atriz de referência de Fassbinder, com quem fundou o grupo Action-Theater.

Entrou numa quinzena de películas para cinema e televisão do realizador, incluindo os mais célebres “As Lágrimas Amargas de Petra von Kant” (1972), “Berlin Alexanderplatz” (1980) e “Lili Marleen” (1980).

Mas não foi apenas atriz dos filmes de Rainer Werner Fassbinder (1945-1982), foi também sua confidente e companheira de projetos para cinema, teatro e televisão, destaca a biografia.

Irm Hermann é também creditada como assistente de realização de Fassbinder, em filmes como “Jogos Perigosos” (1973), produzido para televisão, e “O Direito do Mais Forte à Liberdade” (1975).

Hermann trabalhou também com outros realizadores, entre os quais Werner Herzog, Hans W. Geissendörfer, Ulrike Ottinger e Christoph Schlingensief.

Entre Munique e Berlim, onde fixou residência nos anos 1970, a atriz concentrou-se, a partir da década de 1990, em produções televisivas, desde comédias familiares a séries policiais.

A sua filmografia, como atriz, soma mais de 160 produções, como “Amor e Preconceito”/”Effi Brriest” (1974) e “O Medo Devora a Alma”/”Angst vor der Angst” (1975), de Fassbinder, “Woyzeck – O Soldado Atraiçoado” (1979), de Herzog, a partir da peça de Georg Büchner, e “A Montanha Mágica” (1982), adaptação do romance de Thomas Mann, dirigida por Geissendörfer.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.