“Perdemos um grande talento, uma pessoa 100% profissional e que engrandeceu muito o Teatro das Beiras, porque o talento dele fazia com que os personagens tivessem uma grande dimensão”, afirmou Fernando Sena.

O diretor do Teatro das Beiras destacou ainda a componente humana do ator, que estava ligado a esta companhia há 18 anos.

“Perdemos fisicamente essa parte, ficamos com a memória do que ele nos deu, tanto no seu trabalho, tanto como ser humano”, acrescentou.

Natural de Braga, Fernando Landeira era formado pela Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo (ESMAE) e vivia na Covilhã desde 2004.

No Teatro das Beiras integrou 23 produções, a primeira das quais a peça “Crónicas”, encenada por José Carretas, a partir do texto Eduardo de Filippo.

A “Força do Hábito”, de Thomas Bernhard, com encenação de Nuno Carinhas, que teve estreia em 2020, foi o última peça em que participou.

O velório de Fernando Landeira decorrerá no Teatro das Beiras, amanhã, entre as 10:30 e as 14:30.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.