A campeã europeia ‘indoor’ em 2021 fez a sua melhor marca nas terceira e sexta tentativas, depois de ter começado o concurso com saltos de 14,27 e 14,24, aos quais se seguiram dois nulos.

A venezuelana Yulimar Rojas, campeã olímpica e recordista mundial, confirmou o favoritismo e revalidou o título, com o novo melhor registo em pista coberta, ao saltar 15,74 na sexta tentativa, quando já tinha o triunfo garantido, com 15,36 metros, então recorde dos campeonatos.

A ucraniana Maryna Bekh-Romanchuk conquistou a medalha de prata, com um salto de 14,74, a um metro de Rojas, com o bronze a ficar para jamaicana Kimberly Williams, com 14,59.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.