A PJ informa em comunicado que participou numa operação de combate ao tráfico ilícito de estupefacientes por via marítima realizada no passado mês de janeiro, através da Unidade Nacional de Combate ao Tráfico de Estupefacientes e da Diretoria do Sul, juntamente com a Guardia Civil.

Além da apreensão de cerca de três toneladas de haxixe, foram também detidos dois presumíveis traficantes.

De acordo com a PJ, a droga foi transportada numa lancha rápida até uma praia da província de Huelva onde foi descarregada, seguindo depois em três viaturas todo-o-terreno, que tinham sido previamente furtadas, até uma residência localizada nas proximidades, onde se procedeu à sua apreensão e ocorreram as detenções.

O comunicado adianta que a operação contou com o apoio da Força Aérea Portuguesa na monitorização da embarcação que transportou o haxixe e da Polícia Marítima e da Unidade de Controlo Costeiro da Guarda Nacional Republicana.

A operação insere-se “no quadro do esforço que as competentes autoridades portuguesas e espanholas vêm desenvolvendo conjunta e coordenadamente visando interditar a entrada de droga no continente europeu através da Península Ibérica”, conclui a PJ.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.