Em comunicado, a Autoridade Marítima Nacional (AMN) indicou que as buscas se iniciaram pelas 10:30, junto ao concelho de Alcoutim, depois de populares terem alertado as autoridades ao avistarem “a embarcação de recreio utilizada pelo homem, à deriva e sem ninguém a bordo”.

O homem, de 63 anos, de nacionalidade inglesa, vivia num veleiro fundeado no rio Guadiana e, segundo as autoridades, foi visto pela última vez na segunda-feira, quando seguia a bordo da embarcação de recreio que utilizava para se deslocar a terra.

As operações de busca, coordenadas pelo comandante da Polícia Marítima de Vila Real de Santo António, foram interrompidas ao final da tarde de hoje, sem que tivesse sido encontrada a alegada vítima, e serão retomadas na quinta-feira ao nascer do sol.

Por se tratar de uma ocorrência no troço internacional do rio Guadiana, foram informadas as autoridades espanholas, indicou a AMN.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.