“O número de registos em .pt cresceu 11% em 2021 face a 2019, período considerado pré-pandemia, de acordo com os dados divulgados pelo .PT, entidade responsável pela gestão do domínio de topo português .pt”, indicou a entidade, referindo que “ainda que o crescimento em relação a 2020 – um ano atípico no que diz respeito ao número de registos de domínios – tenha sido menor (cerca de 3,1%), contabilizaram-se, no último ano, 136.921 novos registos, o que representa um novo recorde anual”.

De acordo com o mesmo comunicado, “os meses de fevereiro e março foram os que apresentaram o maior crescimento face ao ano anterior (14,7% e 19,4%, respetivamente), bem como o maior número de novos registos (12.996 e 13.797), numa subida impulsionada pela obrigatoriedade de confinamento, o que levou cidadãos e empresas a apostar no digital”.

Por outro lado, no verão, que normalmente é o período do ano em que os registos abrandam, voltaram a ser a observados “números em linha com o período homólogo de 2020 e acima dos verificados antes da pandemia”, sendo que “os meses de junho, julho e setembro ultrapassaram a barreira dos 10 mil registos enquanto agosto superou os 9 mil”.

A entidade revelou também que foram registados, no ano passado, “39.315 domínios via Empresa na Hora, mais 1.857 do que em 2020, nomeadamente através da iniciativa 3em1.pt” segundo a qual “quem crie uma empresa, associação ou sucursal na hora” tem direito a “um pacote de serviços gratuitos, pelo período de um ano, que inclui um domínio .pt, uma ferramenta para desenvolvimento de ‘site’ e respetivo alojamento técnico e caixas de correio eletrónico”.

“O balanço referente ao número de registos em .pt no último ano segue a tendência de crescimento de 2020, se compararmos com os dados do período pré-pandemia”, de acordo com Luísa Ribeiro Lopes, presidente do Conselho Diretivo do .PT, citada na mesma nota.

“Este desempenho positivo, demonstrado ao longo dos últimos dois anos e que atingiu níveis recorde, é resultado de um contexto particular que funcionou como um catalisador da digitalização na vida dos cidadãos e das empresas, de forma a contornar o impacto económico e social da crise sanitária, mas também do esforço que temos vindo a fazer para trazer cada vez mais pessoas para o ecossistema digital”, rematou.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.