Numa nota divulgada através da rede social Twitter, o Ministério da Defesa do Reino Unido indica que o avanço da Rússia na Ucrânia está "bloqueado" pela falta de capacidade de manobra, facto que foi aproveitado pelas forças ucranianas.

"As forças russas estão a ter problemas para superar os desafios que o tipo de terreno ucraniano representa", acrescenta o ministério.

"As forças russas continuam em grande parte na rede de estradas ucranianas e demonstraram reticências para manobrar fora das estradas", refere a nota, adiantando que "a destruição de pontes, pelas forças ucranianas, desempenhou também um papel 'chave' para travar o avanço da Rússia".

Para o Ministério da Defesa britânico, "o fracasso da Rússia em ganhar o controlo do espaço aéreo limitou drasticamente a capacidade para empregar de forma efetiva as manobras áreas, limitando ainda mais as opções".

"As táticas das forças armadas ucranianas exploraram, de forma eficaz a falta de capacidade de manobra da Rússia, frustrando o avanço russo e infligindo fortes perdas nas forças invasoras", considera ainda.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.