O acidente aconteceu às 22h00 locais na região de Volgogrado, indicou o ministério local das Situações de Emergência.

"As operações de resgate terminaram. O último corpo foi recuperado. Onze pessoas morreram", afirma um comunicado.

Dezesseis pessoas viajavam no catamarã, de acordo com o MP russo, que abriu uma investigação por violação das regras de segurança.

O catamarã, que a princípio não pode transportar mais de 12 pessoas, não tinha autorização oficial de uso nem sinais luminosos, informou uma fonte citada pela agência de notícias TASS.

De acordo com a imprensa local, o catamarã tinha como capitão um ex-conselheiro municipal de Volgogrado com antecedentes judiciais e que havia sido condenado por vandalismo.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.