Em comunicado, o Sindicato dos Técnicos Superiores de Saúde das Áreas de Diagnóstico e Terapêutica (STSS) explica que o fim da greve está relacionado com a aprovação, em reunião de secretários de Estado, dos diplomas que estabelecem as novas carreiras dos técnicos de diagnóstico e terapêutica, nos termos em que foram acordadas em negociação com os sindicatos.

Os técnicos de diagnóstico e terapêutica estavam em greve por tempo indeterminado desde o dia 29 de junho.

O sindicato adianta que este processo se arrasta há 16 anos, considerando que aprovação das novas carreiras acaba “com a discriminação que os técnicos de diagnóstico e terapêutica são vítimas”.

Os diplomas das carreiras já tinham sido objeto de acordo com o Governo em dezembro de 2016, mas nunca chegaram a ser aprovados.

Estes técnicos abrangem 19 profissões de áreas como as análises clínicas, radiologia, fisioterapia, farmácia e cardiopneumologia.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.