“No âmbito das medidas de combate à pandemia da doença covid-19 aplicadas ao tráfego aéreo, o Governo determinou a suspensão dos voos de e para Moçambique a partir das 00:00 de segunda-feira”, referia uma nota do Ministério da Administração Interna, divulgada na sexta-feira.

A decisão surge no seguimento das preocupações e medidas de contenção na União Europeia, suscitadas pela deteção da nova variante Ómicron, potencialmente mais infecciosa.

Desde sábado que todos os passageiros que chegaram de Moçambique, assim como da África do Sul, Botsuana, Essuatíni, Lesoto, Namíbia e Zimbabué, estão obrigados a cumprir uma quarentena de 14 dias após a entrada em Portugal continental, no domicílio ou em local indicado pelas autoridades de saúde.

A obrigatoriedade de quarentena de 14 dias é extensível aos cidadãos que entrem em Portugal e que tenham saído de algum daqueles nos 14 dias anteriores à sua chegada.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.