• O criador que nos ensinou o gosto dos outros
    O catalão Ferran Adrià deve ser, depois do francês Bocuse, o cozinheiro mais famoso no mundo. Mas ninguém como o carismático nova-iorquino Anthony Bourdain deu a conhecer os sabores da cozinha dos mais diferentes lugares do mundo, os conhecidos e os
  • A súbita oportunidade em Espanha
    Novo governo em Espanha. Novo governo na Catalunha. Tomaram posse com escassa meia-hora de diferença, na manhã de sábado. Têm como prioridade recuperar o diálogo perdido. A dose de esperança é tão grande quanto a de desconfiança. Mas isso já é um bom
  • Espanha e Itália mergulham na crise
    Está instalada crise política, e séria, em dois dos maiores países da Europa do sul. Em Itália, o presidente da República, Sergio Mattarella, decidiu rejeitar para o cargo de ministro da Economia Paolo Savona, o candidato muito anti-europeu da alianç
  • A magia e o veneno na mesma tarde
    O microfone dado a Bruno de Carvalho, por vários canais de televisão, na tarde de sábado, para que ele dissesse tudo o que lhe apetecia, ao longo de duas penosas horas, foi uma demissão do jornalismo.
  • This is America, de um genial Donald
    Vale dar atenção a Donald. É um artista da América que nos mostra a América de hoje. Deixemos de lado Trump, este Donald é Glover. Começou a aparecer em 2011, como personagem de comédia, cómico subversivo. Sempre a explorar as contradições identitári
  • Os sábios equilíbrios de Beirute
    Sabemos pouco sobre o Líbano. No entanto, este pequeno país mediterrânico (a superfície não vai além do tamanho de duas vezes o Algarve, mas com seis milhões de habitantes, incluindo mais de dois milhões de refugiados palestinianos e sírios) é o epic
  • A justiça que põe a Espanha em questão
    A imagem da Espanha como sociedade vibrante, progressiva e moderna, formada com a transição democrática (após 1975, e na rejeição do golpe de 23-F, em 1981) e, sobretudo, a partir do grande impulso de 1992 (Barcelona olímpica, Sevilha com a Expo, Mad
  • A inteligente moderação
    Às vezes, as notícias trazem algum alívio. É de reconhecer que duas das perigosas crises internacionais – o novo episódio de ataque químico na Síria e a ameaça nuclear na Coreia do Norte – estão a ser tratadas com inteligente moderação. A tensão na p
  • Martin Luther King, para além do sonho
    Uma coroa de flores brancas e vermelhas é sempre renovada na varanda frente ao quarto 306 do Lorraine Hotel, de Memphis, no Tennessee. Marca com rigor o lugar onde Martin Luther King assomou ao varandim no terraço daquele primeiro andar e foi morto,
  • De Barcelona A Washington, com escala em Madrid
    Há esperança nas novas gerações dos EUA: aquelas centenas de milhar de jovens que saíram à rua no sábado a reclamar “um mundo sem pistolas” e a defender o boicote aos políticos que são patrocinados pelo lóbi NRA do negócio de armas, mostraram coragem
  • Falar com esta Rússia
    Andréi Nekrasov, cineasta de São Petersburgo, escreveu no Financial Times que “os russos sentem a identidade nacional com ainda mais fervor quando são pressionados de fora”. A trajetória hostil do relacionamento dos países ocidentais com a Rússia dev
  • Espanha também na onda da antipolítica?
    Já passaram dois meses e meio sobre as eleições, promovidas pelo poder de Madrid, em que os catalães deram maioria de deputados às forças que têm por ambição a independência da Catalunha. Mas, todo este tempo depois, os independentistas não estão a s
  • Itália: O colapso do sistema
    Há quem diga “establishment”, chamemos-lhe “o sistema político”, e sai completamente derrotado das eleições italianas. Colapsa. Os protagonistas da derrota são dois: Renzi (já se esperava) e Berlusconi (decerto sonhava voltar a ficar dono do jogo, af
  • O terrorismo com as AR-15 nas escolas dos EUA
    As universidades nos Estados Unidos da América têm laboratórios avançados e bibliotecas recheadas. São lugares onde são cultivadas, em simultâneo, a tradição e as novas ideias. Têm abundância de recintos desportivos, também grande estímulo a todas as
  • As muitas incertezas alemãs
    Martin Schulz foi ministro dos Negócios Estrangeiros designado, na Alemanha, por apenas 36 horas. Também saiu da poltrona da liderança do SPD, onze meses depois de ser eleito como o timoneiro do ressurgimento dos sociais-democratas alemães e europeus
  • A mais estranha campanha italiana
    A questão dos migrantes é uma bomba que já está a envenenar o debate na campanha eleitoral italiana e que leva à maior incerteza sobre se vai ser possível que das eleições já dentro de quatro semanas saia um governo fiel à tradição europeia de Roma n
  • As tantas questões em volta da Catalunha
    A tensão está, como previsto, em escalada e quase a fazer rebentar as costuras que restam para algum compromisso entre Espanha e a Catalunha independentista. Em causa está um movimento social, incontrolável, com dois milhões de pessoas numa das mais

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo as nossas notificações ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.
mookie1 gd1.mookie1