O belga Kevin de Bruyne resolveu o desafio da equipa de Pep Guardiola, que ficou a quatro pontos do título quando há somente seis em disputa, com um ‘poker’ aos 07, 16, 24 e 60 minutos, antes de atirar uma bola ao ferro, com a resposta dos anfitriões a cargo do seu compatriota Leander Dendoncker.

Com este resultado, os ‘citizens’ somam 89 pontos, mais três do que o Liverpool, com 86, e que na terça-feira se impôs, por 2-1, em casa do Aston Vila. O Chelsea completa o pódio, com 70, depois de ganhar, por 3-0, no recinto do aflito Leeds.

Com os portugueses José Sá, Ruben Neves, João Moutinho, Pedro Neto e Chiquinho no onze, o Manchester City de João Cancelo e Bernardo Silva inaugurou o marcador com remate cruzado do pé esquerdo de De Bruyne, a passe de Bernando Silva.

Dendoncker ainda igualou, ao concluir um contra-ataque com passe decisivo de Pedro Neto, aos 11 minutos, porém De Bruyne estava imparável e devolveu a liderança aos seus aproveitando uma defesa atabalhoada de José Sá — incomodado por Sterling –, fazendo logo a seguir o terceiro em ‘bomba’ à entrada da área, depois de passar por entre dois contrários e evitar um terceiro.

Na etapa complementar, o internacional belga aproveitou um mau corte para fazer o seu quarto tento, o 19.º na prova, antes de Sterling, aos 84, fazer o seu 17.º tento na prova, deixando o Wolverhampton, que não ganha há cinco partidas, mais longe da Europa, oitavo com 50 pontos, a cinco do West Ham, sétimo, em posição de ir à Liga Conferência Europa.

Também em acerto de calendário, na 33.ª ronda, o êxito do Chelsea começou a desenhar-se cedo, com tento de Mason Mount, aos 04 minutos, colocando a bola no canto superior direito, com a missão dos ‘blues’ a ficar mais fácil após a expulsão de Daniel James, após entrada duríssima aos 24.

Aos 55, o médio norte-americano Christian Pulisic ampliou com remate de fora da área e aos 83 foi o avançado belga Romelu Lukaku, paciente na área, a faturar o definitivo 3-0.

O Leeds está em posição de descida, em 18.º, com os mesmos 34 pontos que o Burnley, que tem menos um desafio.

Em atraso da 30.ª ronda, o Watford impôs um nulo (0-0) ao Everton do suplente André Gomes, sempre superior em terreno forasteiro, mas sem desfazer o 0-0 que o deixa em 16.º, com 36 pontos, dois acima da ‘linha de água’, mas com uma partida a menos, sendo que os anfitriões, penúltimos com 23, já desceram.

Com triunfo por 3-0 ao lanterna-vermelha e já despromovido Norwich, em partida da 21.ª jornada, o Leicester, de Ricardo Pereira, lesionado, é 10.º com 45 pontos.

RBA // NFO

Lusa/Fim

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.