A seleção portuguesa de futebol inicia hoje a defesa do título no Euro 2020 frente à Hungria.

No onze inicial alinham Rui Patrício, Nélson Semedo, Pepe, Rúben Dias, Raphaël Guerreiro, Danilo, Wiliam Carvalho, Bruno Fernandes,  Bernardo Silva, Diogo Jota e Cristiano Ronaldo.

Os médios Danilo Pereira e William Carvalho vão alinhar de início no meio-campo de Portugal, que hoje inicia a defesa do título no Euro2020 de futebol, em Budapeste, diante da anfitriã Hungria, em jogo do Grupo F.

Sem grande surpresa, o selecionador luso, Fernando Santos, apostou nos médios do Paris Saint-Germain (França) e Betis (Espanha) para dar ‘músculo’ à zona central do terreno, em detrimento de outras opções, como João Moutinho, Rúben Neves, Sérgio Oliveira ou João Palhinha, o último relegado para a bancada.

De resto, já era esperado que Nélson Semedo ocupasse o lado direito da defesa, depois de João Cancelo ter sido excluído dos eleitos com um positivo ao novo coronavírus, substituído por Diogo Dalot, o único dos 26 à procura do primeiro jogo na seleção ‘AA’.

Portugal vai alinhar com Rui Patrício na baliza, atrás do quarteto defensivo formado por Nélson Semedo, Rúben Dias, Pepe e Raphaël Guerreiro.

O meio-campo estará entregue a Danilo Pereira e William Carvalho, com Bruno Fernandes a atuar mais perto do tridente ofensivo, composto por Bernardo Silva, Diogo Jota e o ‘capitão’ Cristiano Ronaldo.

De fora da ficha de jogo, Fernando Santos deixou o defesa Diogo Dalot, o médio João Palhinha e o avançado Gonçalo Guedes.

Por sua vez, a seleção da casa, presente pela quarta vez numa fase final, repetindo 1964, 1972 e 2016, vai iniciar o encontro com Peter Gulacsi, Gergo Lovrencsics, Endre Botka, Willi Orbán, Attila Szalai, Attila Fiola, Adam Nagy, Laszlo Kleinheisler, Andras Schafer, Adam Szalai e Roland Sallai.

Portugal, que é o detentor do troféu, integra o grupo F do Euro2020, juntamente com Hungria, Alemanha e França, tendo estreia marcada na competição para hoje, num encontro que será dirigido pelo turco Cuneyt Çakir.

A seleção joga no Puskás Arenas, em Budapeste, onde são esperados cerca de 67.000 espectadores, dos quais cerca de cinco mil dos quais portugueses.

O jogo tem transmissão em direto na SIC, às 17:00.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.