Com o marcador a registar 0-0 ao intervalo, os golos de Inês Fernandes, pelo Benfica, aos 30 minutos, e de Cátia Morgado, aos 39, pelo Nun’Álvares obrigaram as equipas a disputar um prolongamento, no qual não se registou mais qualquer golo.

Nas grandes penalidades, as minhotas foram mais fortes e conquistaram a Taça de Portugal pela primeira vez, com as ‘encarnadas’, que venceram as últimas cinco edições da prova, a deixarem escapar o troféu.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.