A história é dada a conhecer este sábado pelo Mais Futebol.

O avançado da Serra Leoa, de 27 anos, tinha acabado de ser contratado pelo Malmo e foi chamado a juntar-se aos trabalhos da equipa sueca.

Uma vez que tinha casamento marcado para 21 de julho, optou por uma prática que está em desuso: casar por procuração, neste caso representado pelo irmão.

"Nós casámos a 21 de julho na Serra Leoa, mas eu não estava lá porque o Malmo pediu-me para vir mais cedo. Tirámos fotografias com antecedência, por isso parece que eu estive lá, mas não estive. O meu irmão teve de me representar no casamento", contou ao jornal sueco Afton Bladet.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.