“A Premier League confirma hoje que, nos dias 28 e 29 de maio, foram testados 1.130 jogadores e outros elementos dos clubes à covid-19, e zero testaram positivos”, lê-se no ‘site’ da Liga inglesa.

Isto, no mesmo dia em que o governo britânico revelou que as competições desportivas podem recomeçar na segunda-feira no Reino Unido, sem espetadores e seguindo as indicações da autoridade de saúde em relação à covid-19.

A abertura dada hoje pelo governo permite o recomeço da liga inglesa de futebol, marcado para 17 de junho, após cerca de três meses de interrupção devido à covid-19.

Na altura da interrupção, o Liverpool, campeão europeu em título, somava 82 pontos, em 29 jogos, enquanto o detentor do troféu Manchester City contava 57, em 28 encontros.

A edição 2019/20 da ‘Premier League’ tem 92 encontros por disputar, todos os das últimas nove jornadas e ainda dois em atraso.

Após a declaração de pandemia, em 11 de março, as competições desportivas de quase todas as modalidades foram disputadas sem público, adiadas — Jogos Olímpicos Tóquio2020, Euro2020 e Copa América -, suspensas, nos casos dos campeonatos nacionais e provas internacionais, ou mesmo canceladas.

Os campeonatos de futebol de França, Escócia, Bélgica e dos Países Baixos foram cancelados, enquanto outros países preparam o regresso à competição, com fortes restrições, como sucede em Inglaterra, Itália, Espanha e Portugal, que tem o reinício da I Liga previsto para 03 de junho. A Liga alemã foi retomada em 16 de maio.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 364 mil mortos e infetou mais de 5,9 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Mais de 2,4 milhões de doentes foram considerados curados.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.