“No total, foram efetuadas 19 detenções, das quais 13 por posse de artefactos pirotécnicos, duas por especulação (venda ilegal de bilhetes) e quatro por ofensas à integridade física de agentes da autoridade”, disse à agência Lusa o comissário da PSP Tiago Garcia.

O comissário explicou que um dos detidos por posse de artefactos foi também considerado culpado de ofensa à integridade física de uma equipa de reportagem da RTP.

Tiago Garcia considerou que, apesar de todo o ambiente que se tem vivido no Sporting, toda a operação de segurança em torno da final “está a decorrer com grande normalidade.

Aos 20 minutos de jogo, o Desportivo das Aves vence o encontro por 1-0, com um golo de Guedes, aos 16 minutos.

Antes do início da partida, em declarações à TVI 24, o comissário da Polícia de Segurança Pública Tiago Garcia, explicou que se verificaram confrontos entre elementos da claque Ultra XXI, desconhecendo ainda se houve detenções.

“Verificaram-se confrontos entre adeptos que obrigaram à intervenção da policia, vinha um individuo detido, ainda não tenho informação do motivo”, disse.

A pouco mais de uma hora do início do encontro, a PSP efetuou cinco detenções: uma por especulação e quatro por posse de engenhos pirotécnicos.

[Notícia atualizada às 17:46]

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.