A formação de Berlim disse ter entrado em contacto com a federação alemã para alargar a todos os estádios a proibição que impôs ao adepto, do qual não revelou a identidade.

O adepto em causa terá insultado os adeptos da formação israelita, durante um jogo da Liga Conferência Europa, disputado em 30 de setembro, em Berlim.

“Gostaríamos de agradecer a todos os adeptos que se solidarizaram na condenação a estes comportamentos. É bom que tenhamos sido capazes de identificar o autor”, afirmou o presidente do clube, Dirk Zingler, explicando ter enviado todos os dados à polícia.

Na terça-feira, a UEFA abriu um processo disciplinar contra o clube alemão, que se apressou a condenar os atos, que classificou como “vergonhosos e intoleráveis”.

O encontro foi o primeiro de uma equipa israelita no estádio olímpico de Berlim, construído para acolher os Jogos de 1936, disputados numa época em que a Alemanha estava sob o regime nazi.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.