Girmay, que aos 22 anos se tornou no primeiro africano negro — e no primeiro eritreu — a vencer numa grande Volta, cumpriu os 196 quilómetros entre Pescara e Jesi em 4:32.07 horas, batendo sobre a meta o neerlandês Mathieu van der Poel (Alpecin-Fenix), segundo, e o italiano Vincenzo Albanese (EOLO Kometa), terceiro, numa chegada em ‘sprint’ reduzido, em que o português João Almeida (UAE Emirates) foi nono.

Nas contas da geral, Juan Pedro López segurou a liderança, mantendo 12 segundos de vantagem sobre Almeida, que é segundo, e 14 para o francês Romain Bardet (DSM), terceiro.

Na quarta-feira, a 11.ª etapa liga Santarcangelo di Romagna a Reggio Emilia em 203 quilómetros, o mais plano dos traçados da 105.ª edição do Giro.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.