No seu relatório semanal, a entidade fiscalizadora do setor indicou que “o PMVP do gasóleo simples subiu 0,4 cts/l e o da gasolina simples diminuiu 1,2 cts/l” entre os dias 15 e 22 de novembro.

Por outro lado, os preços de referência ENSE, na mesma semana, registaram uma redução de 2,6 cts/l e de 4,0 cts/l no gasóleo simples e na gasolina simples, respetivamente”, disse a entidade.

“A semana de 15 a 19 de novembro ficou marcada por uma descida das cotações de petróleo, numa semana em que se fizeram sentir as preocupações face ao ressurgimento de novos casos de coronavírus que poderão condicionar, mesmo que em parte, a normalidade de alguns setores de atividade económica. As decisões de restrições e confinamentos em países como a Áustria e a Alemanha vieram reforçar esse receio por parte dos investidores, no final da semana”, disse a ENSE.

Por outro lado, “continua a monitorização, por parte dos mercados, sobre a evolução da oferta, que segundo o relatório da Agência Internacional de Energia (AIE), poderá finalmente ultrapassar a procura e, deste modo, atenuar a atual pressão em alta sobre os preços do petróleo nos mercados internacionais”, salientou a entidade no relatório.

Assim, destacou a ENSE, “o cenário do lado da oferta do mercado refletiu estas movimentações, tendo o petróleo Brent começado a semana a valer 82,05 dólares (fecho da primeira sessão) e encerrado a sessão de 19 de novembro de 2021 a valer 78,89 dólares (uma redução de 3,16 dólares)”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.