“Foram aprovadas minutas dos contratos fiscais de investimento a celebrar entre o Estado português e quatro sociedades comerciais (Panpor — Produtos Alimentares, Hutchinson — Borrachas de Portugal, Eurostyle Systems Portugal — Indústria de Plásticos e de Borracha e Bosch Termotecnologia), relativos a projetos de investimento que reúnem as condições necessárias para a concessão de incentivos fiscais”, lê-se no comunicado do Conselho de Ministros.

No total, os projetos em causa representam um investimento global superior a 68 milhões de euros, a criação de 610 postos de trabalho até 2022 e a manutenção de outros 1.591 empregos, refere.

Tratando-se de projetos “com particular interesse para a economia” é atribuído às empresas um crédito a título de imposto sobre o rendimento das pessoas coletivas, sublinhou o Governo.

Por outro lado, esta resolução aprova ainda um aditamento ao contrato fiscal de investimento, celebrado em 09 de julho de 2014, com a 360 Steel Materials, que prevê também um crédito a título de imposto sobre o rendimento das pessoas coletivas.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.